Programação

  • 10 NOV
  • 11 NOV
  • Mais SOBRE
  • quem faz

TRANS-IN-CORPORADOS: CONSTRUINDO REDES PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DA PESQUISA EM DANÇA 

PRIMEIRO DIA :: 10 DE NOVEMBRO 

09h00 às 13h00
Pilotis 
Credenciamento

09h30
Pilotis 
Água dura | Coletivo Rua das Vadias (Recife, Brasil)

Foyer
Habeas corpus - mulher nos cantos do MAR | Coletivo em Silêncio (Rio de Janeiro, Brasil)
 
10h00 às 12h00
Auditório
Abertura | Bem-vindxs ao Trans-In-Corporados
Sérgio Andrade (Coordenador do LabCrítica – UFRJ), Lígia Tourinho e Inês Galvão (PPGDan – UFRJ), Ângela Brêtas (Diretora da EEFD – UFRJ), Nayse López (Diretora do Festival Panorama) e Janaína Melo (Gerente de Educação do Museu de Arte do Rio)

Mesa de abertura | Memória, temporalidade e resistência
Palestras (português e espanhol):
Fi(n)ca no corpo. Permanecidade. Refletir sobre memórias e resistências, com a Profa. Dra. Ivani Santana (PPGAC – UFBA, Brasil); e Desaparición, danza, insistencia: variaciones de la cueca sola, com o Prof. Dr. Cesar Barros (State University of New York, EUA)

Mediação:
Profa. Dra. Isabela Buarque (PPGDan – UFRJ)

12h00 às 12h45 
Foyer

com - estados das coisas | Cínthia Mendonça (Serrinha, Brasil)

Pilotis
Beira: instabilidade precária | Gabriela Cordovez e Nicole Gomes (Bogotá, Colômbia/ Rio de Janeiro, Brasil) 

Pavilhão de Exposições do MAR

Outros modos de ver | Tiago Cadete (Rio de Janeiro, Brasil)
Mycobacterium | Victor Oliveira (Rio de Janeiro, Brasil)

Região Portuária

Bonde | Beatriz Galhardo, Eleonora Artysenk, Karoll Silva, Marjory Leonardo e Thiago de Souza (Rio de Janeiro, Brasil)
Reentrâncias
| GP Poéticas Tecnológicas: corpoaudiovisual (Salvador, Brasil) com colaboração do Núcleo de Pesquisa, Estudos e Encontros em Dança (Rio de Janeiro, Brasil)

12h45 às 13h45

Almoço

13h45
Pilotis

Aráyé | Ivy Brum (Rio de Janeiro)

14h00 às 15h30  
Apresentação de pesquisas em cinco sessões simultâneas de painéis e open spaces na Escola do Olhar – MAR

2º e 3º andar
Painel 1 | Memória, inscrição e coletivo
Comunicações (português):
Corpografias em dança: relatos de uma cidade experimentada| Dra. Graziela Andrade – professora de Dança da UFMG e Me. Ester França Monteiro – pesquisadora de Belo Horizonte (Brasil) | Solo-collective: solo-devised dance beyond the singular, Alexandra Gonçalves Dias – PhD Candidate in Dance, University of Roehampton (Reino Unido) | Para Uma Timeline a Haver – Genealogias da Dança Enquanto Prática Artística em Portugal, Ana Bigode Vieira – pós-doutoranda da Universidade de Lisboa e João dos Santos Martins – artista pesquisador (Portugal)

Mediação: 
Profa. Dra. Lenira Peral Rengel (PPGDança – UFBA) 
--
Painel 2 | Corporificação, contaminações e processos de criação
Comunicações (português):
Uma (in)certa experiência estética: dança balinesa, embodyment e sensações,
 Dra. Patrícia Caetano – professora do curso de Dança e do PPGArtes da UFC (Brasil) | Lygia Clark movendo Lia Rodrigues: influências e contaminações, Adriana Pavlova – doutoranda em Literatura, Cultura e Contemporaneidade da PUC-Rio (Brasil) | Zoe, Dra. Francine Barros Pontes – professora do curso de Dança da UFPE (Brasil)

Mediação:   
Profa. Dra. Lara Seidler (PPGDan – UFRJ)
--
Painel 3 | Política e modos de fazer 
Comunicações (português e espanhol):
De la politización de la danza a la dancificación de la política, Dra. Lucía Naser Rocha – professora de Dança da Universidade da República do Uruguai (Uruguai) | Dançando como artista-etc, Claudia Müller – Professora de Dança da UFU/ doutoranda em Artes da UERJ (Brasil) | Acervo de dança: espaço corpo dança: local de constantes e potentes movimentos, Paula Cristina Mori Coelho – gestora cultural da cidade do Rio de Janeiro (Brasil)

Mediação: 
Profa. Dra. Mariana Trotta (PPGDan – UFRJ)
--
Painel 4 | Fetichismo, trabalho e resistência 
Comunicações (inglês e português):
Choreographing value, DraHetty Blades – research fellow do C-DaRE, Coventry University (Reino Unido) | Mothership, Anna Kolfinna Kuran – artista de Reykjavik (Islândia) | Critical possibilities  critical absences: devices, machines, personas and other hybrid associations, Vânia Gala – PhD Candidate in Kingston University (Reino Unido)

Mediação: 
Prof. Dr. Thereza Rocha (Dança – UFC)  

Auditório  
Open space 1 | Dança, territorialidades e poéticas de atravessamento
 
Pesquisadores participantes:
Dra. Rosa Primo, professora de Dança da UFC | Rodolfo Rodrigo Viana de Paulo, mestrando Artes da Cena ECO-UFRJ | Danilo Bracchi, mestrando na Universidad de La Empresa (Uruguai) | Wagner Miranda Dias, mestrando em Comunicação e Semiótica da PUC-SP | Aline Teixeira, professora de Dança da UFRJ

Articulador:
Prof. Dr. André Meyer (PPGDan - UFRJ) 

15h40 às 16h00

Foyer
Coffee-break

16h00 às 17h30
Sala de Encontros – Pavilhão de Exposições do MAR
Debate | Circuitos artísticos e colaborações em tempos de protofascismo, temeristão, trumpismo e brexit 
Convidados:  Robin Mallick (Goethe Institute Rio), Nayse López (Festival Panorama), Clarissa Diniz (Museu de Arte do Rio), Diego Dantas (Centro Coreográfico) e Fabiano Carneiro (Funarte) 

Provocador: Prof. Dr. Felipe Ribeiro (DAC – UFRJ/ Festival Atos de Fala)

17h40 às 19h40
Foyer

Lançamento do site | labcritica.com.br
Lançamento do livro | Performar debates – LabCrítica no Festival Panorama e outras dobras. Organizadores: Sérgio Andrade e Silvia Chalub. Gramma Editora, 2017.

Performance | Brinquedos pra esquecer ou práticas de levante, de Lídia Larangeira com colaboração de Sérgio Andrade (dramaturgista)

TRANS-IN-CORPORADOS: CONSTRUINDO REDES PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DA PESQUISA EM DANÇA 

SEGUNDO DIA :: 11 DE NOVEMBRO 

9h30 às 11h00
Apresentação de pesquisas em cinco sessões simultâneas de painéis e open spaces na Escola do Olhar – MAR

2º e 3º andar 
Painel 5 | Arquivo, geopolítica e reenactment
Comunicações (português): 
A Sagração da Primavera entre o arquivo e o repertório
, Dra. Luciane Moreau Coccaro – professora de Dança da UFRJ (Brasil) | Corpos subalternizados e a coreografia ''ready made'' de Jerôme Bel, Me. Bruno Reis Lima – artista e pesquisador do LabCrítica – UFRJ (Brasil) | Redes colaborativas, plataformas culturais e interação geográfica: a dança na imagem em movimento no centenário da Sagração da Primavera, de Stravinsky, Dra. Carolina Natal Duarte, pesquisadora de São José dos Campos (Brasil)

Mediação:
Profa. Dra. Marina Elias (PPGDan - UFRJ) 
--
Painel 6 | Corpo, diáspora e heranças culturais
Comunicações (português): 
Danças afrorreferenciadas e interculturalidade na educação e criação em dança, Dra. Emyle Pompeu de Barros Daltro – professora de Dança da UFC e Gerson Carlos Matias de Sousa, mestrando em Educação da UFC | Re-atualização e desconstrução de performances ancestrais, Dra. Juliana Bittencourt Manhães – pesquisadora do Rio de Janeiro | Matrizes Estéticas Negro-Africanas Brasileiras: abordagens sobre o corpo,  Dra. Suzana Martins – professora da Escola de Dança e do PPGAC da UFBA

Mediação: 
Profa. Dra. Joana Ribeiro (PPGAC – UNIRIO)
--
Painel 7 | Criação, treinamento e práticas pedagógicas
Comunicações (português):
De criações e pesquisas em Dança, Dra. Alba Pedreira Vieira – professora de Dança da UFV | A Arte de Aprender a Estar Consigo para Estar com os Outros, Letícia Pereira Teixeira – professora de Dança da UFRJ | O treinamento Viewpoints com dançarinos: Os processos de investigação do corpo em movimento e suas conexões na integração dos sentidos, DraFatima Wachowicz, professora da Escola de Dança e do PPGDança da UFBA.

Mediação:
Profa. Dra. Maria Ignez Calfa (PPGDan – UFRJ) 
--
Painel 8| Imagem, precariedade e queerness
Comunicações (português): 
O que pode o prazer? A reinvenção do hedonismo, Icaro Ferraz Vidal Junior, doutorando em Estudos Culturais da Université de Perpignan (França) | Em trânsito de linguagens: afrontas à dançalidade e à arte panfletária na interseção dança-cinema, Tiago Amate, mestrando do PPGDança-UFBA | Meu nome é Leona: coreografias ontológicas da juventude trans, Me. Lucas Girino – artista radicado no Brooklyn/ NYC (EUA)

Mediação:
Flavia Meireles (LabCrítica, Doutoranda ECO-UFRJ) 

Auditório 
Open space 2 | Dança-educação, alteridade e interdisciplinaridade
Pesquisadores participantes: 
Dra. Marta Peres – professora de Dança da UFRJ | Dra. Ausonia Bernades – professora de Dança da Faculdade Angel Vianna | Me. Diego Ebling do Nascimento e Dra. Taiza Daniela Seron Kiouranis, professores de Dança da UFT | Dra. Mabel Botteli, professora de Dança da UFRJ | Maria Fernanda Azevedo – mestranda do PPGDança-UFBA | Fabiana Amaral – doutoranda em História da UFRJ

Articulador:
Prof. Dr. Marcus Vinícius Machado (DAC –  UFRJ)

11h00 às 11h30
Foyer
Coffee-break 

Pavilhão de Exposições
Outros modos de ver | Tiago Cadete (Rio de Janeiro, Brasil)
Rá 
| Conrado Falbo (Recife, Brasil)
Pequeno manual para um fenômeno atmosférico | Ana Emerich (Rio de Janeiro, Brasil)

11h30 às 12h40
Sala de Encontros – Pavilhão de Exposições do MAR 
Debate | Pós-Graduação em Dança no Brasil
Convidados:
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ, Profa. Dra. Lígia Tourinho (coordenadora); e Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA, Profa. Dra. Daniela Amoroso (coordenadora)

Mediação: 
Profa. Dra. Maria Inês Galvão (PPGDan – UFRJ)

12h40 às 13h00
Pilotis
Saber onde pisa | Davi Pontes (São Gonçalo, Brasil)

13h00 às 14h00
Almoço

14h00 às 14h40
Pavilhão de Exposições
Deslocáveis | Rodrigo Maia e Tony Heverton (Rio de Janeiro, Brasil)  

Região Portuária
Teteia... Por uma cultura do afeto | Ysmaille Ferreira (Castanhal, Brasil) 
Mothership | Anna Kolfinna Kuran (Reykjavik, Islândia)

14h40 às 16h10
Auditório 
Debate Performativo | Tradução e remixing: textualidade, som e dança 
Palestras-performances:
Colaboração ou 16 variações sobre um tema, com 
Maria Alice Poppe (DAC – UFRJ) e Tatto Taborda (PPGECA – UFF); e Dança e intermidialidade, com a Profa. Dra. Daniella Aguiar (PPGAC – UFU)

Mediação:
Prof. Dr. Igor Fagundes (PPGDan – UFRJ)

16h10 às 16h40
Foyer
Coffee-break
en]quadrx | Thaina Farias e Renan Gomes (Rio de Janeiro, Brasil)  

16h40 às 18h00
Auditório 
Mesa de encerramento | Pesquisa em artes e disseminação 
Palestras (português):
Perspectivas para a internacionalização da Pesquisa em Artes e Humanidades, com o Prof. Dr. Maurício Lissovsky (ECO-UFRJ/ Coord. Ciências Sociais Aplicadas I da CAPES – Brasil); e Heranças e diásporas afro-ameríndias nos estudos de danças brasileiras nos EUA e na Europa: fluxos e refluxos, com a Profa. Dra. Cristina Fernandes Rosa (University of Roehampton, Londres – Reino Unido)

Mediação:
Profa. Dra. Jacyan Castilho (PPGDan – UFRJ)

18h00 às 18h50
Auditório 
Plenária final |  Construir redes


SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança

Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança

10 E 11 NOV. 2017 | MUSEU DE ARTE DO RIO | RIO DE JANEIRO
O seminário internacional multilíngue Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança reúne recentes investigações de/sobre dança e suas interfaces voltadas à reflexão de processos e políticas de tradução, remixação e disseminação. O evento é uma realização do Laboratório de Crítica (LabCrítica) do Departamento de Arte Corporal – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro, e em parceria com o Festival Panorama e com o Museu de Arte do Rio (MAR).

Trans-In-Corporados surge para impulsionar e difundir a criação do recente Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ (PPGDan – UFRJ) – Mestrado em Dança (em fase de validação) – e para inserir o programa nas conversações que outros programas e as redes de pesquisa da área vêm atualmente desenvolvendo no Brasil e no exterior. Além de professores do PPGDan – UFRJ, o comitê científico do evento é formado por artistas-pesquisadores convidados de várias universidades do Brasil, dos Estados Unidos e do Reino Unido.

A co-curadoria de experimentos artísticos é uma parceria LabCrítica e MAR. O Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA e o Centro Coreográfico do Rio de Janeiro são parceiros institucionais do evento.

Contato: seminariotransincorporados@gmail.com

Provocações

Como as práticas de danças e de outras artes têm reinventado o estar com? Como movimentos e corpografias atuam na interação com o outro? Como construímos estratégias de hospitalidade, de mobilidade e de redes de intercâmbio entre artistas, instituições, linguagens e outros agentes para uma internacionalização solidária? Por que pensar em internacionalização e que tipo de internacionalização nos interessa? Quais questões ético-políticas emergem como desafios para a disseminação de nossas produções no atual contexto econômico-político do Brasil e do mundo? Que diagnósticos críticos podemos fazer sobre a inserção e a recepção das pesquisas em dança do Brasil nos Estados Unidos, na Europa, na América Latina e em todo Sul Global? Como performatizar traduções para além do regime fonologocêntrico? O que resiste, o que se perde e o que se recombina nos processos de tradução? Como noções de iterabilidade, reenactment, intermidialidade, incorporação e excorporação podem expandir a pesquisa em dança? Quais poéticas, epistemologias, sistemas e formas de pensamento sobre tradução, remixação e disseminação reconfiguram os modos de pensar-fazer a cena contemporânea da dança e suas interfaces? Quais plataformas e tecnologias colaboram com esse debate? Como solidariedade e porosidade entre fronteiras são ou podem ser abordadas em processos e discursos coreográficos e que efeitos eles produzem? Como os estudos de dança podem repensar a mobilidade internacional, os fluxos migratórios, as heterotopias, as utopias, as heranças e as diásporas?

A partir dessas provocações temáticas, pesquisadores e artistas de todas as áreas, residentes no Brasil e no exterior, submeteram papers, mesas e experimentos artísticos em diálogo com três eixos de debate (linhas de pesquisa do PPGDan – UFRJ): 1 – Performance e Performatividades da Dança; 2 – Poéticas e Interfaces da Dança; e 3 – Dança-Educação. O comitê científico e a curadoria artística de Trans-In-Corporados trabalharam de forma integrada na seleção de trabalhos; instituições culturais e outros artistas e pesquisadores foram convidados a participar da programação, resultando nos dois dias de atividades diversas que podem ser conferidas neste site.

TRANS-IN-CORPORADOS: CONSTRUINDO REDES PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DA PESQUISA EM DANÇA 

COMISSÃ0 ORGANIZADORA
Prof. Dr. Sérgio Andrade
Presidente da comissão | Coordenador do LabCrítica
Programa de Pós-Graduação em Dança
Departamento de Arte Corporal
Universidade Federal do Rio de Janeiro


Profa. Dra. Lígia Tourinho
Programa de Pós-Graduação em Dança
Departamento de Arte Corporal
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Profa. Dra. Maria Inês Galvão
Programa de Pós-Graduação em Dança
Departamento de Arte Corporal
Universidade Federal do Rio de Janeiro


EQUIPE DE PRODUÇÃO LABCRÍTICA
Direção de produção artística:
Flavia Meireles

Assistente de produção artística:
Bruno Parisoto

Direção de produção de evento e comunicação:
Sérgio Andrade

Assistentes de produção de evento:
Iara Sales
Mariana Bittencourt

Assistente de comunicação:
Silvia Chalub

Programação visual: 
Iara Sales (design gráfico) e Matheus Graciano (webdesign)

Registro em foto e vídeo: 
Tonlin Cheng e Bruno Reis

Artistas pesquisadoras associadas:
Lídia Larangeira
Maria Alice Poppe

Monitores:
Ana Claudia Mello
Caroline Lopes Ozório
Erivan Borges Simões
Luana de Assis Garcia
Raquel Oliveira
Yuri Alves Dias Pereira
COMITÊ TÉCNICO-CIENTÍFICO
Prof. Dr. Cesar Barros
Latin American and Caribbean Studies, State University of New York, EUA

Profa. Dra. Cristina Fernandes Rosa
Dance Department, University of Roehampton, Reino Unido

Profa. Dra. Daniela Amoroso
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA, Brasil

Profa. Dra. Daniella Aguiar
Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFU, Brasil

Dra. Hetty Blades
Center for Dance Research (C-DaRE), Coventry University, Reino Unido

Profa. Dra. Joana Ribeiro
Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UNIRIO, Brasil

Profa. Dra. Lenira Peral Rengel
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA, Brasil

Profa. Dra. Lígia Tourinho
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ, Brasil

Profa. Dra. Maria Inês Galvão
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ, Brasil

Prof. Dr. Sérgio Andrade
Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ, Brasil

Profa. Dra. Thereza Rocha
Curso de Graduação em Dança da UFC, Brasil
CURADORIA ARTÍSTICA
Felipe Ribeiro
Curador Convidado 

Flavia Meireles
Laboratório de Crítica 

Janaína Melo
Museu de Arte do Rio 

Julia Baker
Museu de Arte do Rio

Lígia Tourinho
Laboratório de Crítica

Sérgio Andrade
Laboratório de Crítica
PARCEIRIA INSTITUCIONAL
Centro Coreográfico do Rio de Janeiro

Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA

PARCEIROS DE PROGRAMAÇÃO
Festival Panorama 2017

Escola do Olhar - Museu de Arte do Rio

APOIO
Fundação Carlos Chagas Filho de Apoio a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

REALIZAÇÃO
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Departamento de Arte Corporal da EEFD
Laboratório de Crítica

Convocatória

  • Português
  • English
  • EspaÑol

CONVOCATÓRIA PARA SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança

Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança

O Laboratório de Crítica do Departamento de Arte Corporal da UFRJ (LabCrítica), em parceria com o Festival Panorama e com o Museu de Arte do Rio, convoca pesquisadores e artistas para o seminário Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização da Pesquisa em Dança, que tomará lugar no MAR, nos dias 10 e 11 de Novembro de 2017. O seminário reunirá recentes investigações de/sobre dança e suas interfaces voltadas à reflexão de processos e políticas de tradução, remixação e disseminação. A programação é composta por grupos de trabalho, debates, conferências, lançamento de publicação e mostra de experimentos artísticos no MAR e em outros espaços da região portuária do Rio de Janeiro.

Provocações

Como as práticas de danças e de outras artes têm reinventado o estar com? Como movimentos e corpografias atuam na interação com o outro? Como construímos estratégias de hospitalidade, de mobilidade e de redes de intercâmbio entre artistas, instituições, linguagens e outros agentes para uma internacionalização solidária? Por que pensar em internacionalização e que tipo de internacionalização nos interessa? Quais questões ético-políticas emergem como desafios para a disseminação de nossas produções no atual contexto econômico-político do Brasil e do mundo? Que diagnósticos críticos podemos fazer sobre a inserção e a recepção das pesquisas em dança do Brasil nos Estados Unidos, na Europa, na América Latina e em todo Sul Global? Como performatizar traduções para além do regime fonologocêntrico? O que resiste, o que se perde e o que se recombina nos processos de tradução? Como noções de iterabilidade, reenactment, intermidialidade, incorporação e excorporação podem expandir a pesquisa em dança? Quais poéticas, epistemologias, sistemas e formas de pensamento sobre tradução, remixação e disseminação reconfiguram os modos de pensar-fazer a cena contemporânea da dança e suas interfaces? Quais plataformas e tecnologias colaboram com esse debate? Como solidariedade e porosidade entre fronteiras são ou podem ser abordadas em processos e discursos coreográficos e que efeitos eles produzem? Como os estudos de dança podem repensar a mobilidade internacional, os fluxos migratórios, as heterotopias, as utopias, as heranças e as diásporas? 

A partir dessas provocações temáticas, pesquisadores e artistas de todas as áreas, residentes no Brasil e no exterior, poderão submeter propostas em diálogo com três eixos (linhas de pesquisa em dança da UFRJ): 1 – Performance e Performatividades da Dança; 2 – Poéticas e Interfaces da Dança; e 3 – Dança-Educação. Esses eixos organizam os grupos de trabalho do evento que serão compostos pelos pesquisadores e artistas propositores, previamente selecionados pelo comitê científico e pela curadoria artística do evento.  

O idioma oficial do evento é português, mas são igualmente bem vindas propostas de falantes de espanhol, inglês, portunhol, portunglês e outros trans-tipo-lingüísticos para os grupos de trabalho. Todas as conferências e debates centrais serão proferidos em português. 

Modalidades de Participação

a) Propositores

Paper – propostas de apresentação de comunicação oral (20min.), com ou sem ilustrações performáticas e em vídeo. Nessa categoria, podem participar pesquisadores doutores, mestres, estudantes de pós-graduação e artistas com trabalhos continuados (nos últimos sete anos). O comitê científico agrupará os papers afins em mesas com até três propositores mais um mediador, garantindo 30min de debate entre os presentes. Os propositores deverão preencher o formulário na página, com dados pessoais e resumos em português e em língua estrangeira (inglês ou espanhol), com mínimo de 300 e máximo de 600 palavras. Deverão também enviar currículo vitae ou link de currículo lattes atualizado.

Mesa – propostas de mesas temáticas com até três oradores, com ou sem ilustrações performáticas e em vídeo, mais um mediador (opcional – a comissão organizadora poderá indicar o mediador). Recomenda-se a garantia mínima de 20min. de fala para cada orador mais 30min. de debate entre os presentes. Recomenda-se, ainda, a participação de pelo menos dois pesquisadores doutores ou professores na composição da mesa. Os demais participantes podem ser estudantes orientandos (graduação e pós-graduação) e artistas vinculados às pesquisas apresentadas. Os propositores deverão preencher o formulário, com dados pessoais e resumos em português e em língua estrangeira (inglês ou espanhol) da proposta, com mínimo de 600 e máximo de 1000 palavras. Deverão também enviar currículos vitae ou links de currículos lattes atualizados de todos os integrantes do painel.

Experimentos Artísticos (performances e intervenções) – propostas para ocupação de espaços do Museu de Arte do Rio e região portuária da cidade do Rio de Janeiro (Praça Mauá; Morro da Conceição e Praça de São Francisco). Os formatos das proposições (áreas disponíveis, duração, equipe etc.) deverão seguir as especificações estabelecidas pelo MAR e LabCrítica na convocatória adicional aqui.

IMPORTANTE: cada proposta deverá eleger um eixo de debate, estabelecendo relações entre suas pesquisas e contribuições e as provocações temáticas do seminário.

b) Ouvintes

Interessados em acompanhar a programação do seminário sem apresentar trabalho deverão se credenciar a cada dia do evento (sujeito à lotação do espaço); 

Eixos de Debate

I – Performance e Performatividades da Dança: processos de criação e composição, interpretação e interpelação, dramaturgias experimentais, práticas de representação, citação e iterabilidade e demais reflexões que se debruçam sobre o corpo e a produção de atos de fala nos contextos em que se insere, combinando diversas abordagens (estudos culturais, etnografia, filosofias da diferença, teorias políticas, teorias de gênero, teoria racial crítica, artivismo etc.) que tensionam as noções de cena, acontecimento/ evento, dança e coreografia;

II – Poéticas e Interfaces da Dança: diálogos com a dança em suas dimensões poético-ontológicas, fenomenológicas, históricas, sociológicas, antropológicas, somáticas, terapêuticas, semióticas, incluindo aí a pesquisa epistemológica dos fatores, parâmetros e processos de investigação do corpo em movimento e suas conexões com as demais linguagens, tecnologias e campos da ciência;

III – Dança-Educação: processos e práticas pedagógicas da Dança, institucionalizadas ou não, na educação formal e informal.

Publicação

Caderno eletrônico – todos os participantes serão convidados a escrever resumos expandidos (máx. 12000 caracteres – somente para propositores), resenhas e críticas (máx. 6000 caracteres – para ouvintes) para uma publicação digital (e-ISBN) a ser lançada após o evento, em 2018. Fotografias, vídeos curtos e outros registros das atividades realizadas no seminário também poderão ser submetidos. O prazo para envio de materiais para publicação é até 10 de dezembro.

Inscrições e Prazos

As inscrições serão realizadas através do formulário a seguir:
Prazo de submissão de papers e mesas: de 1º a 18 de Setembro;
Prazo de submissão para experimentos artísticos: 5 a 20 de Setembro;
Resultado de todas as avaliações: até 30 de Setembro;
Prazo para envio de materiais para publicação: 10 de Dezembro; 

Certificados de participação

Serão outorgados certificados de participação àqueles que participarem de pelo menos 75% das atividades do evento;

Sugestão de contribuição voluntária

O seminário Trans-In-Corporados: Construindo Redes para a Internacionalização de Pesquisas em Dança está sendo realizado com baixo custo orçamentário e conta com uma rede de colaboração de instituições parceiras. Seguindo esse gesto, estamos sugerindo aos participantes do evento uma contribuição simbólica e voluntária para ajudar a cobrir alguns custos de produção da programação:

i – aos propositores selecionados sugerimos uma taxa de R$ 70 (setenta reais);

ii – aos estudantes de graduação e ouvintes sugerimos uma taxa de R$ 20 (vinte reais);

iii – aos artistas selecionados para Experimentos Artísticos (performances e intervenções) sugerimos a isenção de pagamento de taxas.

O depósito da contribuição NÃO É OBRIGATÓRIO e poderá ser feito em uma caixinha disponível na mesa de credenciamento do evento.

O seminário é uma realização do Laboratório de Crítica (LabCrítica), grupo de pesquisa cadastrado no CNPq e projeto de extensão do Departamento de Arte Corporal da Universidade Federal do Rio de Janeiro (DAC-UFRJ). Conta com recursos da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e é parte da programação oficial do Festival Panorama 2017 e do Museu de Arte do Rio (MAR) – Escola do Olhar.

O evento surge para impulsionar e difundir a criação do recente Programa de Pós-Graduação em Dança da UFRJ (PPGDan – UFRJ) – Mestrado em Dança (em fase de validação) – e para inserir o programa nas conversações que outros programas e as redes de pesquisa da área vêm atualmente desenvolvendo no Brasil e no exterior. Além de professores do PPGDan – UFRJ, o comitê científico do evento é formado por artistas-pesquisadores convidados de várias universidades do Brasil, dos Estados Unidos e do Reino Unido. A co-curadoria de seleção dos experimentos artísticos é uma parceria LabCrítica e MAR.

O Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA (PPGDança – UFBA) e o Centro Coreográfico do Rio de Janeiro são colaboradores do evento e, juntos a outros convidados, participarão de mesas de debate na programação. O coordenador de área das Ciências Sociais Aplicadas I da CAPES, Prof. Dr. Maurício Lissovsky, já confirmou presença no evento e proferirá uma palestra de abertura sobre as perspectivas do órgão para a internacionalização das pesquisas em artes e humanidades no Brasil.

Onde e quando

Local: Museu de Arte do Rio - Praça Mauá, 5, Centro. Rio de Janeiro/RJ.
Dias: 10 e 11 de Novembro de 2017
Horário: das 10h às 19h
Info: seminariotransincorporados@gmail.com

CALL FOR INTERNATIONAL SEMINAR

Trans-In-Corporados: Building Networks for International Dance Research

Trans-In-corporados: Building Networks for International Dance Research

The Laboratório de Critica of the Federal University of Rio de Janeiro (LabCrítica-UFRJ), in partnership with the Panorama Festival and Museu de Arte do Rio (MAR), invite scholars and artists to the seminar Tran-In-Corporados: Building Networks for International Dance Research which will take place at the MAR on November 10th and 11th, 2017. The seminar wants to bring together recent research on dance and its interfaces for reflection about translation, remixing and dissemination processes and politics. It will include working groups, debates, conferences, publications and exhibitions of artistic experiments in MAR and other spaces in the port region of Rio de Janeiro.

Provocations

In which ways dance and other artistic practices have reinvented being-with? What is the role of movements and corpographies in the interaction with the other? How can we build strategies of hospitality and mobility and networks between artists, institutions, languages ​​and other agents for the internationalization of solidarity? Why would it be important to think about internationalization and which kinds of internationalization are we interested in? Which ethical-political questions emerge as challenges for the dissemination of our productions in the current economic-political context, in Brazil and around the world? Which critical diagnoses can we propose about the insertion/reception of Brazilian dance research in the United States, Europe, Latin America and the Global South? How do we performatize translations beyond the phonologocentric regime? What does resist, what gets lost and what recombines in translation processes? How do the notions of iterability, reenactment, intermidiality, incorporation, and excorporation expand dance research? Which poetics, epistemologies, systems, and ways of thinking of translation, remixing, and dissemination reconfigure the contemporary dance scene and its interfaces? Which platforms and technologies are involved in this debate? How solidarity and border porosity are or can be addressed in processes and choreographic discussions? What effects do they produce? How can dance studies rethink international mobility, migratory flows, heterotopias, utopias, inheritances, and diasporas?

Departing from these thematic provocations, scholars and artists from all areas, in Brazil and abroad, are invited to submit proposals in dialogue with three thematic axes (UFRJ’s lines of dance research): 1 – Performance and Performativities of Dance; 2 – Poetics and Interfaces of Dance; And 3 – Dance-Education. These thematic axes will organize the working groups of the event composed of scholars and artists, previously selected by the scientific committee and artistic curator of the event. 

The official language of the event is Portuguese, but proposals of speakers of English, Spanish, “Portunhol”, “Portunglês” and other kind of linguistic transits are also welcome for work groups. All the main conferences and debates will be delivered in Portuguese. 

Modalities of participation

a) Proponents

Papers – (proposals of 20min. of oral communication with or without performance illustrations and video). PhD, masters, postgraduate students and artists with consolidated work can participate in this category. The scientific committee will group papers in panels with up to three proponents plus a moderator. Each panel will have 30min. for debate with the audience. Applicants should fill the form on LabCrítica page, with their personal information and abstracts in two languages (Portuguese, English or Spanish), with a minimum of 300 and a maximum of 600 words. They should also send an up-to-date resume or a link for their curriculum lattes (CNPq platform).

Panels – proposals of thematic panels of up to three speakers, with or without performance illustrations and video, plus a moderator (optional – the organizing committee may select a moderator). We recommend a minimum of 20 minutes for each speaker plus 30 minutes for debate with the audience. It is also recommended that two members of the panel are PhDs or professors. The other participants may be students (undergraduate and graduate) and artists whose work is related to the research presented at the panel. Proposers should fill the form on LabCrítica with their personal information and abstracts in two languages (Portuguese, English or Spanish), with a minimum of 600 and a maximum of 1000 words. They should also send an up-to-date resume or a link for their curriculum lattes (CNPq platform).

Artistic Experiments (performances and interventions) – proposals for artistic interventions at the Museu de Arte do Rio (MAR) and surrounding locations (Praça Mauá, Morro da Conceição and Praça de São Francisco). Proposal formats (available areas, duration, staff, etc.) should follow the specifications established by MAR and LabCritica in the additional call here.

NOTE: each proposal must elect one thematic axis for debate, establishing a dialogue between the contribution and the thematic provocations of the seminar.

b) Audit

People interested in following the seminar schedule without submitting a paper or a panel must be accredited each day of the event (subject to the space availability). 

Thematic Axes for debate

I – Performance and Performativities of Dance: studies of the processes of creation and composition, interpretation and interpellation, experimental dramaturgies, practices of representation, citationality and iterability and other reflections that focus on the body and the production of speech acts in the contexts in which they are inserted, combining diverse approaches (cultural studies, ethnography, philosophies of difference, political theories, gender studies, critical racial theory, artivism etc.) that think and problematize the notions of scene, event, dance and choreography;

II – Poetics and Interfaces of Dance: dialogues with dance in its poetic-ontological, phenomenological, historical, sociological, anthropological, somatic, therapeutic, semiotic dimensions, including epistemological research on the factors, parameters and research processes of the body in movement and its connections with the other languages, technologies and fields of science;

III – Dance-Education: studies about pedagogical processes and practices of Dance, institutionalized or not, in formal and informal education.

Publishing initiative

Eletronic book – all participants will be invited to write expanded abstracts (max. 12000 characters – only for proponents), reviews and art critiques (max. 6000 characters – for listeners) for a digital publication (e-ISBN) to be launched after the event, in 2018. Photographs and other registers of the activities carried out in the seminar may also be submitted. The deadline for sending materials for publication is December 10th.

Submissions and deadlines

All submissions will be made through the form available on link: 
Submissions of papers and panels: from 1st to 18th September;
Submission for artistic experiments: 5th to 20th September;
Result of all evaluations: until September 30th;
Deadline for submission of materials for publication: December 10th; 

Certificates of participation

Certificates will be granted to those who participate in at least 75% of the activities of the event;

Suggested Voluntary Fee

The seminar Trans-In-Corporados: Building Networks for International Dance Research is being carried out with low budget costs and has a collaborative network of partner institutions. Following this gesture, we are suggesting a symbolic and voluntary fee to help covering some of the production costs of the seminar:

i – selected proponents may contribute a fee of R$ 70 (seventy reais);

ii – undergraduate students and listeners may contribute a fee of R $ 20 (twenty reais);

iii – for artists selected for experiments in MAR we suggest the exemption of payment of fees.

The deposit of the contribution IS NOT OBLIGATORY and can be done in a box available in the accreditation table of the event.

This seminar is an accomplishment of the Laboratório de Crítica (LabCrítica), research group of CNPq and extension project of the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ). LabCrítica is funded by the Carlos Chagas Filho Foundation for Research in the State of Rio de Janeiro (FAPERJ), and the seminar event is part of the official schedule of Panorama Festival 2017 and Museu de Arte do Rio – Escola do Olhar. 

The seminar arises as a way of giving visibility to the new Graduate Program in Dance of UFRJ (PPGDan – UFRJ) (currently in implementation phase) and to insert the program in the conversations other similar programs and research networks are currently having both in Brazil and abroad. Besides to professors from PPGDan-UFRJ, the scientific committee of the event is composed by invited artist-researchers from several universities in Brazil, the United States and the United Kingdom. A LabCrítica and MAR partership will co-curate the artistic experiment section. 

The Graduate Program in Dance of Federal University of Bahia (PPGDança – UFBA) and the Choreographic Center of Rio de Janeiro are collaborators of the event and together with other guests will participate in roundtables in the program of the event. The coordinator of the area of Social Sciences of CAPES (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel, of the Ministry of Education of Brasil), Dr. Maurício Lissovsky, has already confirmed her presence at the event and will give opening remarks on the perspectives of CAPES for the internationalization of research in arts, humanities and social sciences in Brazil.

Where and When?

Location: Museu de Arte do Rio - Praça Mauá, 5, Centro. Rio de Janeiro/RJ.
Days: November 10th and 11th, 2017
Time: 10am to 7pm
Info: seminariotransincorporados@gmail.com

Scientific Committee

Cesar Barros, Professor and PhD
Latin American and Caribbean Studies – State University of New York, United States 

Cristina Fernandes Rosa, Senior Lecture and PhD
Dance Department – Roehampton University, United Kingdom  

Daniela Amoroso, Professor and PhD
Graduate Program in Dance of Federal University of Bahia, Brazil 

Daniella Aguiar, Professor and PhD
Graduate Program in Performing Arts of Federal University of Uberlândia, Brazil 

Hetty Blades, Postdoctoral Research Assistant and PhD
Center for Dance Research, Coventry University, United Kingdom 

Joana Ribeiro, Professor and PhD
Graduate Program in Performing Arts of Federal University of State of Rio, Brazil 

Lenira Peral Rengel, Professor and PhD
Graduate Program in Dance of Federal University of Bahia, Brazil 

Lígia Tourinho, Professor and PhD
Graduate Program in Dance of Federal University of Rio de Janeiro, Brazil 

Maria Inês Galvão, Professor and PhD
Graduate Program in Dance of Federal University of Rio de Janeiro, Brazil

Sérgio Andrade, Professor and PhD
Coordinator of LabCrítica
Graduate Program in Dance of Federal University of Rio de Janeiro, Brazil 

Thereza Rocha, Professor and PhD
Graduation Course in Dance, Federal University of Ceará, Brasil 

Artistic Curatorship

Clarissa Diniz (MAR)
Felipe Ribeiro (Convidado)
Flavia Meireles (LabCrítica)
Janaína Melo (MAR)
Julia Baker (MAR)
Lígia Tourinho (LabCrítica)
Sérgio Andrade (LabCrítica)

The Event

Laboratório de Crítica
Departamento de Arte Corporal
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Support

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ.

Partnership

Festival Panorama  
Museu de Arte do Rio – MAR

Institutional Partnerships

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Graduate Program in Dance of UFBA

CONVOCATORIA PARA SEMINARIO INTERNACIONAL

Trans-In-Corporados: Construyendo Redes para la Internacionalización de la Investigación sobre Danza

Trans-In-Corporados: Construyendo Redes para la Internacionalización de la Investigación sobre Danza – Seminario Internacional

El Laboratorio de Crítica del Departamento de Arte Corporal de UFRJ, en parecía con el Festival Panorama y con el Museu de Arte do Rio (MAR) convidan académicos y artistas para el seminario internacional Trans-In-Corporados: Construyendo Redes para la Internacionalización de la Investigación sobre Danza, a tomar lugar en el MAR, en los días 10 y 11 de Noviembre de 2017. El seminario reunirá investigaciones recientes de/sobre danza y sus interfaces dirigidas a los cuestionamientos de los procesos y de las políticas de traducción, remix y diseminación. La programación incluye grupos de trabajo, debates, conferencias, lanzamiento de publicaciones y muestra de experimentos artísticos (performances, instalaciones e intervenciones) en el MAR y otros espacios de la zona portuaria de Río de Janeiro.

Provocaciones

¿Cómo es que las prácticas de danza y de otras artes han reinventado el estar con? ¿Cuál es el rol de los movimientos y las corpografías en la interacción con el otro? ¿Cómo construimos estrategias de hospitalidad y movilidad y redes de intercambio entre artistas, instituciones, lenguajes y otros agentes para una internacionalización solidaria? ¿Por qué pensar en la internacionalización y qué tipo de internacionalización nos interesa? ¿Qué interrogantes ético-políticas surgen como desafíos para la diseminación de nuestras producciones en el actual contexto económico-político en Brasil y el mundo? ¿Qué diagnósticos críticos podemos hacer sobre la inserción de la investigación sobre danza brasilera en Europa, Estados Unidos, América Latina y en el Sur Global? ¿Cómo performatizar traducciones más allá del régimen fonologocéntrico? ¿Qué es lo que resiste, qué es lo que se pierde o qué es lo que se recombina en los procesos de traducción? ¿Cómo las nociones de iterabilidad, reenactment, intermedialidad, incorporación y excorporación, pueden expandir la investigación sobre danza? ¿Qué poéticas, epistemologías, sistemas y formas de pensamiento sobre traducción, remix y diseminación reconfiguran los modos de pensar-hacer la escena contemporánea de danza y sus interfaces? ¿Qué plataformas y tecnologías aportan a ese debate? ¿De qué manera la solidaridad y la porosidad de las fronteras son o pueden ser abordadas en los procesos y discursos coreográficos? Qué efectos producen? ¿Cómo es que los estudios sobre danza pueden repensar la movilidad internacional, los flujos migratorios, las heterotopías, las utopías, las herencias y las diásporas? 

Investigadores y artistas de todas las áreas, residentes en Brasil y el exterior, podrán enviar sus propuestas a partir de estas provocaciones temáticas. Las propuestas deben estar en diálogo con tres ejes (líneas de investigación de danza de la UFRJ): 1 — Performance y Performatividades de la Danza; 2 — Poéticas e Interfaces de la Danza; y 3 — Danza-Educación. Los grupos de trabajo—compuestos por investigadores y artistas previamente seleccionados por el comité científico y la curatoría artística del evento—estarán organizados según estos ejes. 

El idioma oficial del evento será el portugués, pero son bienvenidas las propuestas de hablantes de español, inglés, portunhol, portunglês y otros tipos trans-lingüísticos para los grupos de trabajo. Todos las conferencias y debates centrales serón proferidos en portugués. 

Modalidades de participación

a) Propuestas

Ponencias (20 minutos con o sin ilustraciones performáticas o en video) – en esta categoría pueden participar investigadores doctores, magísteres, estudiantes de posgrado y artistas con trabajos consolidados. El comité científico reagrupará las ponencias afines en mesas de hasta tres ponentes más un moderador, lo que garantizará 30 minutos de discusión. Los ponentes deberán completar el formulario en la página con sus datos personales y un resumen de la ponencia de un mínimo de 300 y un máximo de 600 palabras en portugués y lengua extranjera (español o inglés), y enviar una copia de su curriculum vitae o un link de su curriculum lattes actualizado.

Mesas – propuestas de mesas temáticas de hasta tres ponentes con o sin ilustraciones perfomáticas y en video (opcional – la comisión organizadora podrá decidir sobre el moderador). Se recomienda garantizar un mínimo de 20 minutos para cada ponentes y 30 minutos de discusión. Se recomienda, además, que haya por lo menos dos investigadores doctores o profesores en la mesa. Los demás participantes pueden ser estudiantes (de pregrado o posgrado) y artistas vinculados a las investigaciones presentadas. Los ponentes deberán completar el formulario en la página con sus datos personales y un resumen de la ponencia de un mínimo de 600 y un máximo de 1000 palabras en dos lenguas (entre portugués, español y inglés), y enviar una copia del curriculum vitae del grupo o links para sus curriculum lattes actualizados.

Experimentos Artísticos (performances y intervenciones) – propuestas para la ocupación de espacios en el Museo de Arte de Río y la zona portuaria de Río de Janeiro (Plaza Mauá; Morro da Conceição y Plaza de São Francisco). Los formatos de las propuestas (áreas disponibles, duración, equipamientos, etc.) deberán seguir las especificaciones establecidas por el MAR y LabCrítica en la convocatoria adicional aquí.

IMPORTANTE: cada propuesta deberá elegir un eje de debate, estableciendo un diálogo entre su investigación y contribución y las provocaciones temáticas del seminario. 

b) Oyentes

Los interesados en asistir al seminario sin presentar un trabajo deberán acreditarse para cada día del evento (sujeto a disponibilidad de espacio) 

Ejes de debate

I – Performance y Performatividades de la Danza: procesos de creación y composición, interpretación e interpelación, dramaturgias experimentales, prácticas de representación, citación e iterabilidad y demás reflexiones que se refieran al cuerpo y a la producción de actos de habla en los contextos en que se insertan, combinando diversas aproximaciones (estudios culturales, etnografía, filosofías de la diferencia, teorías políticas, teorías de género, teoría crítica racial, artivismo, etc.) que tensionan las nociones de escena, acontecimiento/evento, danza y coreografía;

II – Poéticas e Interfaces de la Danza: diálogos con la danza en sus dimensiones poético-ontológicas, fenomenológicas, históricas, sociológicas, antropológicas, somáticas, terapéuticas, semióticas, incluida también la investigación epistemológica de los factores, parámetros y procesos de investigación del cuerpo en movimiento y sus conexiones con los demás lenguajes, tecnologías y campos de la ciencia;

III – Danza-Educación: procesos y prácticas pedagógicas de la Danza, institucionalizadas o no, en la educación formal e informal.

Publicación

Cuaderno electrónico – todos los participantes serán invitados a escribir resúmenes expandidos (máx. 12000 caracteres – solamente para ponentes), reseñas y críticas (máx. 6000 caracteres – para oyentes) para una publicación digital (e-ISBN) que será lanzada después del evento, en 2018. También serán bienvenidas las fotografías, videos cortos y otros registros de las actividades realizadas en el seminario. El plazo para el envío de materiales para publicación es el 10 de diciembre.

Inscripciones y plazos

Las inscripciones serán realizadas a través del formulario disponible en:
Plazo de envío de ponencias y mesas: del 1º al 18 de septiembre;
Plazo de envío de experimentos artísticos: del 5 al 20 de septiembre;
Resultados de todas las evaluaciones: hasta el 30 de septiembre;
Plazo para el envío de materiales para publicación: 10 de diciembre.

Certificados de participación

Se otorgarán certificados de participación a aquellos que participen de al menos 75% de las actividades del evento;

Contribución voluntaria

El seminario Trans-In-Corporados: Construyendo Redes para la Internacionalización de las Investigaciones sobre Danza está siendo realizado con recursos presupuestarios y cuenta con una red de colaboración de instituciones asociadas. Siguiendo este gesto, estamos sugiriendo a los participantes del evento una contribución simbólica y voluntaria para ayudar a cubrir algunos de los costos de producción de la programación:

i – los participantes seleccionados podrán contribuir con una taza de R$70 (setenta reales);

ii – los estudiantes y oyentes podrán contribuir con una taza de R$ 20 (veinte reales);

iii – los artistas seleccionados para los Experimentos Artísticos en MAR están exentos de pagar las tasas sugeridas.

Esta contribución NO ES OBLIGATORIA y podrá ser hecha en una cajita disponible en la mesa de acreditación del evento.
El seminario está organizado por el Laboratorio de Crítica (LabCrítica), el grupo de investigación del CNPq y el proyecto de extensión del Departamento de Arte Corporal de la Universidad Federal de Río de Janeiro (DAC-UFRJ). Cuenta con recursos de la Fundación Carlos Chagas Filho de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) y es parte de la programación oficial del Festival Panorama 2017 y del Museo de Arte de Río (MAR) – Escola do Olhar.

El evento surge para impulsar y difundir la reciente creación del Programa de Posgrado en Danza de la UFRJ (PPGDan – UFRJ), Maestría (actualmente en fase de implementación), y para insertar al programa en las conversaciones que otros programas similares y redes de investigación están teniendo actualmente tanto en Brazil como en el extranjero. Junto a los profesores del PPGDan – UFRJ, el comité científico del evento está formado por artistas-investigadores invitados de varias universidades de Brasil, Estados Unidos y el Reino Unido. La co-curadoría de la selección de los experimentos artísticos estará a cargo conjuntamente de LabCritica y MAR.

El Programa de Posgrado en Danza de la Universidad Federal de Bahia (PPGDança-UFBA) y el Centro Coreográfico de Río de Janeiro son colaboradores del evento y junto a otros invitados participarán en mesas de debate durante la programación. El coordinador de Ciencias Sociales Aplicadas I de CAPES (Coordinación de Perfeccionamiento de Personal de Nivel Superior del Ministerio de Educación de Brasil), el Profesor Dr. Maurício Lissovsky, ya confirmó su presencia en el evento y dará una conferencia de apertura sobre las perspectivas del organismo sobre la internacionalización de la investigación sobre las artes y ciencias humanas en Brasil.

Cuando y donde

Local: Museo de Arte do Rio - Praça Mauá, 5, Centro. Rio de Janeiro/RJ – BRASIL.
Días: 10 y 11 de noviembre de 2017
Horario: 10:00 a 19:00h
Info: seminariotransincorporados@gmail.com

Comité Científico

Prof. Dr. Cesar Barros
Programa de Estudios Latinoamericanos y del Caribe, State University of New York, EUA

Profa. Dra. Cristina Fernandes Rosa
Dance Department, Roehampton University, Reino Unido

Profa. Dra. Daniela Amoroso
Programa de Posgrado en Danza de la UFBA, Brasil

Profa. Dra. Daniella Aguiar
Programa de Posgrado en Artes Escénicas de la UFU, Brasil

Profa. Dra. Joana Ribeiro
Programa de Posgrado en Artes Escénicas da la UNIRIO, Brasil

Profa. Dra. Lenira Peral Rengel
Programa de Posgrado en Danza de la UFBA, Brasil

Profa. Dra. Lígia Tourinho
Programa de Posgrado en Danza de la UFRJ, Brasil

Profa. Dra. Maria Inês Galvão
Programa de Posgrado en Danza de la UFRJ, Brasil

Prof. Dr. Sérgio Andrade
Coordinador de LabCrítica
Programa de Posgrado en Danza de la UFRJ, Brasil

Profa. Dra. Thereza Rocha
Curso de Pregrado en Danza de la Universidad Federal de Ceará, Brasil 

Curadoria artística

Clarissa Diniz (MAR)
Felipe Ribeiro (Convidado)
Flavia Meireles (LabCrítica)
Janaína Melo (MAR)
Julia Baker (MAR)
Lígia Tourinho (LabCrítica)
Sérgio Andrade (LabCrítica)

Realización

Laboratório de Crítica – Departamento de Arte Corporal, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Apoyo

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ.

Asociación de Programación

Festival Panorama
Museu de Arte do Rio – MAR

Asociación de Programación

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Programa de Posgrado en Danza de la UFBA
Trans-In-Corporados: Construindo Redes para Internacionalização da Pesquisa em Dança é uma ação do projeto “Laboratório de Crítica – site, editoração e estratégias de difusão”, contemplado pelo Edital nº 03/2016 – Apoio à Produção e Divulgação das Artes do Estado do Rio de Janeiro, da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ.

O Projeto Escola do Olhar é apresentado e patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS, tendo como contribuintes incentivadores a Dataprev e Amil.
APOIO
REALIZAÇÃO
APOIO
REALIZAÇÃO
PARCERIA DE PROGRAMAÇÃO
Festival Panorama
Museu de Arte do Rio
APOIADORES DO MUSEU DE ARTE DO RIO
PARCERIAS INSTITUCIONAIS
PPGDança UFBA